Editora distribui livros que servem como Bilhete Único

Em São Paulo algumas ações no Metrô são pensadas para que as viagens sejam feitas com menor estress, como o incentivo a leitura.

Pegando gancho nesta ação, a editoria L&PM distribuiu livros que servem como bilhete Único, graças a um chip instalado em suas capas. Basta o passageiro aproximar o livro nos bloqueios para a liberação da passagem. 

A ação foi no dia Do Livro e contemplou 1.500 unidades distribuídos gratuitamente dos quais 300 permitiam o ingresso no sistema metroviário. 

Os chamados “Ticket Books” não possuem prazo de validade e podem ser recarregados. Os livros usados como bilhete único foram A Arte da guerra, Sun Tzu; Assassinato no Beco, Agatha Christie; Hamlet, William Shakespeare; Cem sonetos de amor, Pablo Neruda, entre outros.

Fonte: Via Trolebus

Comentários
0 Comentários

0 comentários: