Motoristas de ônibus anunciam nova paralisação a partir das 14h

Motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo anunciaram que vão parar nesta quinta-feira (19), das 14h às 16h, pelo segundo dia seguido. Na quarta-feira (18), a categoria já cruzou os braços para protestar e pedir um reajuste maior que o oferecido pelas empresas de transporte, que é de 2,31% e representa valor inferior à variação da inflação.

Na quarta, os 29 terminais de São Paulo ficaram parados pela manhã, de acordo com o Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindimotoristas).

O sindicato dos motoristas pretende com o ato forçar as empresas a melhorar a proposta de reajuste salarial. A categoria quer 5% de aumento mais a inflação corrigida de 10%, além de participação nos lucros de R$ 2 mil e vale-refeição diário de R$ 25.

"Nós vamos fazer vários atos, já programado para hoje, das 14h às 16h. Claro que a gente espera que até lá aconteça nossa reunião e tenha uma proposta que venha a atender os anseios da categoria. Na sexta-feira, nós já temos marcada uma assembleia às 16h e a categoria vai decidir o que vamos fazer a partir da semana que vem", afirmou Valdevan Noventa, presidente do sindicato.

Já o sindicato das empresas ofereceu reajuste de 2,31% nos salários e vale-refeição e quer que a Prefeitura aumente o repasse das tarifas às viações. A Prefeitura prevê repassar R$ 2 bilhões de subsídios para compesar perdas das empresas com tarifas gratuitas ou com desconto.

O prefeito Fernando Haddad (PT) afirmou que não descarta ir à Justiça para manter o serviço de ônibus em funcionamento e rebateu a reivindicação das empresas por aumento do repasse das tarifas às viações. "Não é assim que funciona, não é assim que trata. Nós temos uma fórmula parametrizada. Não vamos exceder a fórmula que já foi convencionada no contrato, isso nós não faremos, nem temos receita para isso. Nós vamos respeitar o contrato e vamos exigir que eles respeitem também", disse.

Vimos no G1

Comentários
0 Comentários

0 comentários: