Duas das seis linhas da CPTM vão parar a partir da 0h desta terça, anunciam ferroviários

Os trens das linhas 7-Rubi e 10-Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) vão parar de circular a partir das 0h desta terça-feira (11) por causa de uma greve de funcionários anunciada pelo Sindicato dos Ferroviários. 

A Linha 7-Rubi atende o trecho entre as estações Luz e Jundiaí. A Linha 10-Turquesa compreende o trecho entre as estações Brás e Rio Grande da Serra (veja mapa abaixo)

Os funcionários da empresa não aceitam o pagamento parcelado da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), já que a empresa havia prometido pagamento em março em parcela única, segundo eles. As outras linhas vão funcionar normalmente.



Os trabalhadores das linhas 7 e 10 decidiram pela greve durante assembleia na noite desta segunda-feira (10). Eles afirmam que durante uma reunião em 2016, a CPTM se comprometeu a pagar a PLR em uma parcela única no dia 31 de março, entretanto, a empresa depositou uma parte do pagamento na data e disse que pagaria a segunda parcela em junho. 

“Assinamos um acordo com a CPTM no ano passado em que aceitamos o pagamento da PLR em parcela única. A empresa decidiu por conta própria parcelar em duas vezes sem nos consultar”, explicou Eluiz Alves de Matos, presidente do Sindicato dos Ferroviários de São Paulo. 

Segundo ele, os trabalhadores decidiram na assembleia que a greve acontece por tempo indeterminado, até o pagamento integral da PLR. “Mas amanhã, às 15 horas, nos reunimos de novo para avaliar o impacto da decisão e se manteremos ou não a paralisação”, continuou Matos.Desde o dia 31, os trabalhadores entraram em estado de greve e na sexta-feira (7), a CPTM havia convocado os sindicatos para uma reunião propondo pagamento da segunda parcela em junho. 
 
Os ferroviários são representados por diversos sindicatos. O Sindicato dos Ferroviários da Sorocabana, composta por funcionários das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, e o Sindicato dos Trabalhadores da Central do Brasil, que é composta por funcionários das linhas 11-Coral e 12-Safira, também realizaram assembleia nesta tarde, mas não aderiram à greve. 

“Aceitamos a proposta da CPTM para que a segunda parte do pagamento seja realizada em junho, corrigida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC)”, informou Izac de Almeida, presidente da Sorocabana. 

Um outro grupo de trabalhadores faz parte do Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo, que já havia aceitado a proposta da CPTM e, assim, não fez assembleia nesta segunda. 

Vimos no G1

Coment�rios
0 Coment�rios

0 comentários: