Alckmin promete para julho nova estação Engenheiro Goulart, que permitirá integração entres linhas 12-Safira e 13-Jade

Umas das mais importantes e movimentadas estações da linha 13-Jade, da CPTM, que deve ligar a capital paulista à região do aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos, ficará pronta até o final do mês de julho. A promessa foi feita nesta segunda-feira, 19 de junho de 2017, pelo governador Geraldo Alckmin.

Juntamente com o Secretário de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, e com o presidente da CPTM, Paulo de Magalhães, Alckmin visitou o canteiro de obras da estação Engenheiro Goulart, o início da linhanbda 13 e que faz parte da linha 12.

A estação vai permitir a integração entre as linhas 12-Safira (Brás-Calmon Viana) e 13-Jade (Engenheiro Goulart-Aeroporto).

De acordo com Alckmin, em entrevista coletiva no evento, também haverá uma passarela que fará ligação direta até o Parque do Tietê.

“A Estação Engenheiro Goulart está sendo praticamente reconstruída. Ela tinha 500 metros quadrados e será reaberta com 15 mil metros quadrados, 30 vezes maior. Terá elevadores, escadas rolantes, bicicletário, acessibilidade e uma passarela sobre a linha até o Parque do Tietê. Quando ela for reaberta, mês que vem, vai facilitar o acesso ao parque para cerca de 30 mil pessoas que vêm até ele a cada fim de semana”, explicou o governador.

Apesar de o governo do estado de São Paulo anunciar que as obras estão em ritmo acelerado, a linha 13-Jade deveria ficar pronta antes da Copa do Mundo, em 2014.

Em nota, o governo do Estado detalha algumas características da linha:
A Linha-13 Jade, que ligará São Paulo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, no município de Guarulhos, representa um investimento total do Estado da ordem de R$ 2,2 bilhões. As obras contam também com financiamento da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). 

A estimativa inicial é que 130 mil pessoas por dia sejam beneficiadas por essa nova opção de transporte mais eficiente, rápida e barata. O valor da tarifa será o mesmo cobrado em todo o sistema metroferroviário, que atualmente é de R$ 3,80.

A nova linha terá 12,2 quilômetros de extensão, sendo que uma parte do trajeto será feita em superfície (4,3 km) e outra em via elevada (7,9 km). No total serão duas novas estações: Guarulhos-Cecap e Aeroporto-Guarulhos, além da Estação Engenheiro Goulart, integrando com a Linha-12 Safira. Estão sendo construídas três subestações de energia e duas cabines seccionadoras.  A nova linha faz a transposição sobre os rios Tietê e Baquirivú-Guaçú, das rodovias Ayrton Senna, Hélio Smidt, Presidente Dutra, e da Avenida Monteiro Lobato. 

O horário de operação será o mesmo praticado nas demais linhas da CPTM, das 4h à meia-noite. Todas as novas estações terão acessibilidade (elevadores, pisos podotáteis, comunicação em Braille, corrimãos e rampas adequadas) e escadas rolantes para conforto dos passageiros.

A integração com o sistema sobre pneus também está contemplada no projeto. A Estação Guarulhos-Cecap terá um dos acessos transpondo o viário, que permitirá integração com outros modais, a exemplo da Rodoviária de Guarulhos, e a Estação Aeroporto-Guarulhos terá um acesso que também permitirá a integração com o Terminal Metropolitano de Taboão (Guarulhos). 

Assim, a Linha-13 representa um salto de qualidade na infraestrutura de mobilidade para os moradores dessas regiões, pois poderão se deslocar em 22 cidades do Estado por meio das linhas da CPTM, terão acesso à rede de metrô e ainda serão beneficiados com a redução do tráfego de veículos, hoje o principal meio de acesso ao Aeroporto Internacional GRU Airport.


Comentários
0 Comentários

0 comentários: